quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

CARRETAS QUE TRANSPORTAM PARA O GRUPO MOURA: ABSURDO DOS ABSURDOS

Faço esta denúncia não querendo culpar os motoristas das carretas. Mesmo porque é compreensível a situação deles. Vêm de longe, cansados, precisando de um ponto de apoio, precisando de segurança. Enfim, são profissionais que batalham no dia a dia pelo seu ganha pão. Denuncio sim, o Grupo Moura que pensa que por ser uma grande empresa, dar emprego a muitas pessoas, ser reconhecido internacionalmente, pode mandar e desmandar em algumas ruas da cidade. Com a tamanho e o dinheiro que o Grupo Moura têm, já está mais do que no tempo de providenciar um estacionamento para as carretas. Seguem as imagens que comprovam a veracidade dos fatos. 

 Rua Valdemar de Lima (observe o ciclista por onde passa)
   Fazendo manobras entre a Valdemar de Lima e a José Vieira de Souza

 Rua Ceci Leite
Comboio estacionado na Rua Ceci Leite
 Resíduos (tóxicos?) nos pneus das carretas
 Ainda os resíduos (tóxicos?) nos pneus
 Corredor de carretas na Avenida Geminiano Maciel
 Corredor de carretas na Avenida Geminiano Maciel
 Sujeira produzida pelos caminhoneiros na Rua Valdemar de Lima
 Visibilidade zero para os motoristas que trafegam na Rua Valdemar de Lima
Sujeira produzida pelos caminhoneiros na Rua Ceci Leite

Creio, então, que já é hora de a sociedade organizada cobrar do poder público providências para coibir esses absurdos, antes que aconteça uma tragédia pior do que as que já aconteceram.

3 comentários:

  1. Começou bem companheiro, esse é um problema que nós o povo, precisa resolver!

    ResponderExcluir
  2. Lamentável que este seja um problema que ao chegar aqui ha 8 anos já existia. Muito boa esta observação, vamos ver se alguém se mexe tô pagando pra ver.

    ResponderExcluir
  3. Prezados, eis a mensagem enviada pelo Grupo Moura hoje as 09:10, via Facebook, sobre o assunto:

    Baterias Moura

    Estamos trabalhando na construção de um pátio para os caminhões. Infelizmente não foi possível resolver o problema em 2012, foi traçado um projeto corporativo para este assunto, estamos finalizando o levantamento das informações para construção de um pátio para retirar os veículos de carga das vias públicas de Belo Jardim, que deve iniciar sua operação em 2013.

    ResponderExcluir